A aula de jump se tornou uma das mais populares nas academias, mas e se você pudesse fazê-la em casa? Para aqueles que tem dúvidas e já ouviram algumas coisas sobre esta modalidade, hoje tiraremos todas as dúvidas do que é mito e verdade sobre aula de jump, confira!

Aula de Jump: Mitos E Verdades

6 principais mitos sobre aula de jump

Veja alguns mitos populares que encontramos por aí:

  • Dor nos seios: a atividade não prejudica ou deixa os peitos caídos.
  • Não pode ser feito por crianças: a partir dos 10 anos, as crianças têm a capacidade atlética de acompanhar os movimentos.
  • Proibido para quem tem labirintite: se o paciente tomar regularmente remédio e não sentir desconforto, pode ser liberado pelo médico.
  • Bom para quem tem problemas articulares: embora os trampolins sejam usados ​​para a reabilitação de pessoas com lesões nas articulações, não é recomendado que pessoas nessas condições ​​façam as aulas.
  • Exercício de baixo impacto: a força de impacto é média e equivale ao resultado produzido pela corrida.
  • Proibido para quem tem problemas na coluna: depende do problema. Apenas um médico pode determinar se o praticante é apto ou não a desempenhar o exercício.

Quais as verdades sobre a aula de jump?

  • Não é recomendado para grávidas: o ato de pular traz desconforto e em alguns casos, pode levar a lesões.
  • Melhora a circulação: devido à força ao empurrar a lona, ​​a circulação sanguínea é melhorada como um todo.
  • Combate a celulite: por melhorar a circulação auxilia no combate a celulite e estrias.
  • Gasta cerca de 350Kcal: esse é o gasto aproximado em 30 min. para indivíduos adultos com cerca de 70 kg.

Como fazer aula de jump em casa?

Com a tecnologia a favor do esporte, agora você pode fazer aula de jump em casa. Baixe o aplicativo do Pratique Em Casa e conte com a melhor equipe da Pratique.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here