Spinning para quem tem arritmia

Assim como todas as atividades físicas, é necessário aval médico para começar a praticar Spinning para quem tem arritmia. Isso serve para todas as pessoas, mesmo as que não possuem nenhum problema de saúde aparente.

Alguns tipos de doenças podem melhorar com a prática de atividades físicas e há poucas restrições absolutas para as aulas de Spinning, já que elas ajudam no condicionamento físico geral do praticante. Saia mais sobre Spinning para quem tem arritmia!

O que é Arritmia?

A arritmia é uma espécie de frequência irregular do ritmo do coração. Existem arritmias cardíacas que são problemas próprios do coração, mas ela também pode ser indicativa de doenças físicas ou mentais da pessoa que apresenta a arritmia.

Portanto, os quadros para prática de atividades físicas são diferenciados para quem sabe que possui arritmia cardíaca e para quem descobre um ritmo descompassado quando vai fazer sua avaliação.

Saber diferenciar uma arritmia crônica de outra sintomática é o primeiro passo para saber sobre Spinning para quem tem arritmia!

Como é realizado o diagnóstico de Arritmia Cardíaca?

A arritmia cardíaca é diagnosticada por um médico cardiologista e geralmente é descoberta a partir de alguns sintomas. Os mais comuns são:

  • Cansaço em excesso
  • Desmaios
  • Queda de pressão
  • Palpitação
  • Falta de ar
  • Enjôos

A arritmia cardíaca pode adquirir uma forma grave que é quando o coração somente fribrila ao invés de bater, como se estivesse tremendo, sem o movimento normal de contração.

Existem ainda arritmias que são caracterizadas pela taquicardia, que é quando o coração bate muito rápido, ou pela bradicardia, que é o coração batendo muito lento.

As duas condições exigem diagnóstico e tratamento para que a pessoa leve uma vida normal e possa praticar atividades físicas regulares. O mesmo ocorre para o Spinning para quem tem arritmia!

Spinnig para quem tem arritimia!

Quem tem arritmia por condição cardíaca e já sabe sobre o diagnóstico e faz tratamento, deve conversar com o médico a respeito da prática de atividades físicas.

Em termos gerais, as indicações de atividades dependem da determinação de risco que o paciente recebe. Pacientes que apresentam risco baixo não costumam ter restrições para atividades físicas, portanto, nesses casos o Spinning é indicado!

O Spinning para quem tem arritmia precisa ser mais cuidadosamente avaliado para pacientes de risco médio e alto, por isso é sempre necessário ouvir o cardiologista!

Para quem recebeu diagnóstico recente de arritmia e não sabe exatamente o que está provocando essa condição, é necessário primeiro descobrir se a arritmia não é um sintoma de outra doença ou mesmo do stress e ansiedade.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here