Pratique em Casa

Imunidade: 8 Dicas Para Aumentá-la

No cardápio de quem quer ter uma dieta equilibrada e, de quebra, blindar o corpo contra esses agentes causadores de doenças, não podem faltar ingredientes como cenoura, fígado, espinafre, brócolis, goiaba, gengibre, tomate e morango. Isso porque o que comemos pode ajudar a fortalecer – ou, em certos casos, a enfraquecer – nosso sistema imunológico.

Além disso, a vitamina B12, encontrada em ovos, carnes em geral, leite e derivados, trabalha em conjunto com o folato na síntese de DNA e das células vermelhas do sangue. Outro nutriente é o selênio, mineral muito importante para a saúde, devido ao seu poder antioxidante e ação no sistema imune. O Selênio age em conjunto com a vitamina E, protegendo as membranas celulares contra a peroxidação lipídica. A castanha-do-brasil é o alimento mais rico em Selênio, mas deve ser ingerida apenas uma unidade ao dia. A pessoa que consome diariamente feijão ou carne bovina, também consegue atingir a quantidade diária recomendada de selênio.

Benefícios do Selênio

O selênio é um dos mais importante antioxidantes, melhora também a atividade tanto do sistema imune inato quanto do adaptativo. Vitamina A, ou retinol, estimula a atividade de células que fazem a fagocitose – isso é, “engolem” microrganismos invasores para eliminá-los – e é encontrada em alimentos alaranjados, como a cenoura e a abóbora. Para idosos e adultos que não tem crianças, que tal caminhar no jardim ou reativar a esteira que talvez esteja há muito tempo parada. Tecido saudável do próprio corpo, sendo sua principal função detectar e proteger o corpo contra a invasão de substâncias estranhas, neoplasia e imunidade.

Aumente  sua imunidade com exercícios físicos

A atividade física promove um estimulo para aumentar a produção de anticorpos, por isso ela é muito indicada para aumento de imunidade, principalmente para pessoas de idade mais avançada.

X