Pratique em Casa

MALHAR EM CASA DÁ CERTO?

 

Seja por conta da pandemia de coronavírus (e agora talvez este seja o motivo principal), ou por falta de tempo, ou mesmo por acreditar que não se encaixa no ambiente. Não importa o motivo, o fato é que você prefere, ou tem que, praticar atividade física em casa. Então se pergunta: malhar em casa dá certo?

Sim. É, temos boas notícias. Estudos comprovam que a prática regular de exercícios físicos feitos em casa oferecem bons resultados ao indivíduo. Então não há mais desculpas. Mãos à obra.

Malhar em casa dá certo. A inserção de hábitos saudáveis (exercícios e boa alimentação) contribui significativamente para melhora na qualidade de vida. Os ganhos englobam fortalecimento do sistema cardiovascular e da musculatura, aumento da autoestima, melhora da saúde mental e prevenção de inúmeras doenças.

 

MALHAR EM CASA – PRECEITOS QUE DEVEM SER SEGUIDOS

 

Como toda atividade física, praticada nos mais diferentes espaços, malhar em casa dá certo se algumas orientações forem seguidas. Abaixo, elencamos alguns cuidados que devem ser tomados para o alcance de dois objetivos principais: evitar riscos de lesão e alcançar os resultados esperados.

EM CASA, MAS NÃO SOZINHO

Essa, com certeza, deve ser a primeira dica. O fato de estar a treinar em casa não significa dizer que o deve fazer simplesmente por sua conta e risco. Antes de iniciar qualquer prática de atividade física, é extremamente importante consultar um médico e, até, fazer um checkup, se necessário.

Converse com seu médico e receba orientações valiosas sobre seu estado de saúde e sobre cuidados particulares que deve tomar. Porque cada pessoa tem sua individualidade e apenas o médico faz a investigação precisa para lhe orientar.

Ademais, muitos personal trainers realizam trabalhos on-line (acompanhamento a distância), criando e orientando quanto a execução de algum programa de exercícios. Se preferir ainda, vários canais do youtube e páginas da internet oferecem dicas de exercícios para a montagem do programa.

 

REGULARIDADE E CONSTÂNCIA

O principal fator de ter alguém acompanhando você é a cobrança. A maioria das pessoas desanima ou até desiste quando não há a figura do professor que ensina e cobra a execução de alguns exercícios.

Dessa forma, se vê muita gente começando animada e desistindo algumas semanas depois. Pelo fato de estar em casa, a tentação do sofá e da televisão são desafios a serem superados. Você se conhece melhor que ninguém. Crie mecanismos de cobrança que se adequem a você.

Um exemplo é o estabelecimento de metas a serem alcançadas semanal, quinzenal ou mensalmente. Essas metas podem ser de peso (perder 1 kg a cada … dias) ou do exercício (conseguir fazer 100 flexões em … dias). O importante é se motivar para não desistir no meio do caminho.

 

Malhar em casa dá certo: ORGANIZAÇÃO DO HORÁRIO E DO ESPAÇO

Uma importante regra é a de ter horário e local específico para o treino. Para criar uma rotina de treinos regular é muito importante que você defina um horário e os dias que vai praticar os exercícios. Se escolher horários aleatórios, dependendo de seu humor, do clima ou de qualquer outro fator, tudo pode degringolar de repente.

Você sabe do que estou falando: num belo dia, lá pelas dez da noite, percebe que esqueceu do treino. Aí diz: amanhã compenso o dia de hoje. O que nos esquecemos de perceber é que após deixar de treinar um dia, a reincidência é quase certa.

Então escolha um espaço tranquilo da casa, estabeleça um horário e inicie seu treino com confiança.

 

EVOLUÇÃO

Vai por mim: malhar em casa dá certo. Se você não está vendo a própria evolução, é hora de reavaliar suas práticas. Os alimentos ingeridos estão de acordo com sua nova vida saudável? Qual a intensidade dos treinos? Qual seu tempo de duração?

Algumas vezes, como há mais gasto calórico, sentimos mais fome e aumentamos o tamanho das porções durante as refeições. Outras, os exercícios não são adequados para meu objetivo.

É preciso ter absoluta consciência do que você espera alcançar com a atividade física: emagrecimento, ganho de massa muscular, ganho de força, melhora na postura, definição. Para cada objetivo há grupos de exercícios mais adequados.

Se seus objetivos são contemplados pelos exercícios de seu programa, então verifique a carga, o número de repetições, a duração. Enfim, é preciso criticidade, conhecimento do próprio organismo, consciência corporal.

Ao tomar esses cuidados, você verá que malhar em casa dá certo.

Leia também: MALHAR DEPOIS DO ALMOÇO

 

 

 

X