Pratique em Casa

malhar em jejum emagrece?

Já parou para pensar se malhar em jejum emagrece? No entanto, acima de tudo é preciso entender que buscar uma rotina saudável deve ser seu maior objetivo e como consequência você vai emagrecer.

Isso não é tão complicado quanto parece e basta algumas mudanças de atitudes no seu dia a dia para ver os resultados. O processo de perda de peso e emagrecimento tem três pilares: alimentação, esporte e aspectos psicológicos.

Hoje vamos esclarecer de uma vez por todas se malhar em jejum emagrece mesmo ou é só mito. Mas, principalmente, vamos mostrar se fazer atividade física em jejum pode prejudicar a saúde. Dessa forma, é chegada a hora de ter todas as informações e começar a ficar com o corpo que você sempre sonhou! Continue acompanhando.

Afinal, malhar em jejum emagrece?

É frequente pensar que o ato de emagrecer rápido é feito de uma forma mágica, mas é algo totalmente diferente. Bem como, esse segredo é apenas alimentar-se corretamente, ter uma boa queima de calorias e estar psicologicamente saudável.

Muitos acreditam que malhar em jejum emagrece mais rápido. No entanto, essa prática há pontos positivos e negativos.

Pontos positivos de malhar em jejum

Fizemos uma lista para você entender o que é benéfico para saúde ao malhar em jejum:

  • Com o tempo o corpo se acostuma com a ausência de energia no corpo, podendo ganhar mais rendimento nas atividades físicas de alta intensidade;
  • Ao treinar em jejum, o seu organismo fica mais sensível à insulina, agindo na prevenção do diabetes tipo II, portanto, dá mais suporte ao processo de emagrecimento;
  • O seu corpo começa a aprimorar os mecanismos para utilização da gordura como um canal de energia durante as atividades.

Pontos negativos de malhar em jejum

Veja baixo quais os pontos negativos de malhar em jejum:

  • Embora seja um ato benéfico para a queima de gordura, ao realizar exercícios aeróbicos você pode queimar massa muscular. Portanto, antes de iniciar esse processo, consulte um personal e um nutricionista;
  • Para quem não está acostumado, no início pode causar mal estar como enjoo, tonteiras e episódios de hipoglicemia. Há pessoas que chegam a desmaiar;
  • Caso você não tenha uma alimentação equilibrada durante todo o seu dia, é provável que a compulsão alimentar depois do treino aumente e isso não é nada positivo.

Dicas para malhar e emagrecer corretamente

malhar em jejumComo vimos, malhar em jejum tem os seus pontos positivos e negativos. Portanto, caso você não esteja acostumado a fazer suas atividades em completo jejum, recomendamos procurar um profissional para ter uma melhor orientação.

Entretanto, para facilitar o seu processo de emagrecimento, veja algumas dicas importantes:

  • Evite malhar em jejum diariamente, especialmente quando os seus treinos forem aeróbicos, pois aumentam a frequência cardíaca;
  • Tenha uma rotina mais saudável, com uma alimentação balanceada, atividades físicas regulares e bastante ingestão de água;
  • Nunca siga uma dieta ou tenha uma estratégia alimentar por conta própria. A internet, infelizmente, está cheia de fórmulas mágicas para emagrecer. Porém, o processo é gradativo, pois precisa ter qualidade e saúde também.

Gostou de saber mais sobre o processo de malhar em jejum? Portanto, se você pensa em iniciar essa prática, procure um personal e um nutricionista para te ajudar nessa caminhada. Assim, ela se tornará mais eficaz.

Lembre-se, não é somente malhar em jejum que faz emagrecer, mas uma boa alimentação também! Some bons hábitos para ter os resultados desejados.

 

 

X