Pratique em Casa

POSSO MALHAR DE CINTA?

Malhar de cinta emagrece? Quando colocamos como objetivo o emagrecimento, descobrimos uma série de medidas que podem ser adotadas para este fim. Vários métodos podem ser mesclados para promover o melhor resultado no menor tempo.

Dentro dessa ideia sempre surge a dúvida com relação as cintas para emagrecimento e definição. Mas será que posso malhar de cinta?

Hábitos saudáveis, especialmente os de reeducação alimentar e prática de exercícios físicos, garantem bons resultados que perduram. Mas, para o momento em que o emagrecimento é almejado para o menor espaço de tempo possível, algumas técnicas realmente podem colaborar.

Neste interim, as pessoas tendem a aliar diferentes metodologias ou modelos de táticas de emagrecimento. Tudo bem, se for algo consciente, bem analisado e, de preferência, com orientação de um profissional. Para o momento, vamos verificar se malhar de cinta intensifica os resultados ou se, inversamente, pode trazer prejuízos.

 

CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS

malhar de cintaDe pronto, podemos responder que sim, posso malhar de cinta modeladora. Mas algumas ressalvas são necessárias. Vamos a elas:

  • Continue contraindo o abdômen: talvez você pense que, como a cinta já aperta o abdômen, dispensa a necessidade de contração muscular, o que não é verdade.
  • Cuidado com a postura: além de aprimorar o fortalecimento dos músculos abdominais, a contração muscular contribui para o equilíbrio e a postura durante a execução de um exercício. Postura errada compromete os resultados do exercício, além de aumentar as chances de lesão.
  • Atente a sua respiração: especialmente se a cinta estiver muito apertada, a circulação de sangue e oxigênio podem ser comprometidas. Mas atenção, caso você sinta antes, durante ou depois do exercício ou da utilização das cintas pare a atividade. Cuidado! Verifique se a cinta não está muito apertada.
  • Atenção aos movimentos: algumas cintas podem limitar os movimentos naturais do corpo e necessários a execução de alguns exercícios. Por isso, nem todo exercício pode ser executado com todo tipo de cinta.
  • Cuidados com a higienização da cinta: o organismo já transpira naturalmente durante a prática de atividades físicas. Se você malhar de cinta, o suor aumentará ainda. Dependendo do tempo de descanso entre um treino e outro – e da quantia de horas que usa a cinta por dia – será escasso para a higienização. Talvez seja necessária a intercalação entre duas cintas.

 

MALHAR DE CINTA – OS RESULTADOS QUE PODEM SER ESPERADOS

Tudo bem, posso malhar de cinta! (desde que tomados os cuidados acima elencados) Mas a prática contribui para intensificar os resultados de um treino que seria executado sem a cinta?

Embora a cinta aja para reduzir medidas momentaneamente, não há nenhum estudo que corrobore a ideia de que seu uso durante a prática de exercícios possa trazer algum resultado a médio ou longo prazo.

O que se sabe com certeza é que a queima calórica, e consequente perda de gordura, é o caminho para quem pretende perder medidas. Neste sentido, malhar de cinta só se justificaria se, de algum modo, ela contribuísse para a perda de gordura.

Portanto, eu posso malhar de cinta, mas não devo esperar resultados mais rápidos, nem mesmo melhores do que os de quem malha sem o equipamento.

 

Leia também: MALHAR EM CASA DÁ CERTO?